A saúde da minha alma determina

Que  eu saia do buraco escuro do medo e do controle e vá agora tomar um banho de lua cheia. “Agora!” Eu fui, e foi maravilhoso! Descobri que tem um coelho com orelhas enormes que mora na lua. E contei 6 pontas na estrela mais brilhante que encontrei no límpido negro céu.

Que o frio começou a apertar, e que nada melhor que um banho de banheira com óleo orgânico de lavanda pra continuar curando a minha alma – principalmente se você vive nessa casa há mais de um ano e NUNCA tomou banho de banheira – tsc tsc…

Que chama de vela, água morna de deixar a gente bem molinha, e aroma de lavanda tiram a gente rapidinho da armadilha do ego negativo.

Que o astrólogo André Porto com quem me consultei no Rio em janeiro desse ano tem razão: fim de maio seria um momento de começar coisas novas, não mais adiar decisões que precisam ser tomadas em prol da minha saúde emocional. Voilá! Amo a precisão dessa ciência maravilhosa. E o André previu o potencial de várias outras coisas, inclusive a minha promoção e a mudança de casa. Recomendo.

Que eu preciso começar a fazer aula de canto ontem, pois há mais de 20 anos tenho esse desejo.

Que Melbourne tem encantos demais a serem descobertos e que eu preciso sair mais de casa. Encontrar o equilíbrio entre o conforto da minha casa que eu amo e a vida pulsante lá fora. Afinal, as sincronicidades não virão bater à minha porta.

Que eu faça mais programas só com minhas amigas.

Que eu aprenda a receber. Eu dôo muito de mim aos outros, e isso é algo intrínseco à minha natureza, mas eu preciso respeitar as minhas necessidades e simplesmente receber. E pra começar, eu vou doar mais de mim pra mim mesma.

Que eu de uma vez por todas confie que eu tenho o poder de manifestar a minha realidade. Que nada que eu tenha feito ou deixado de fazer no passado e em vidas passadas pode interferir na realidade que estou co-criando agora. Nada.

Que eu pare de pedir pro marido mais lindo do mundo catar as roupas dele espalhadas pela casa. É desgastante demais, cansei.

Que eu permita que ele me ajude mais com as tarefas de casa.

Que eu seja irresponsável e rebelde de vez em quando. Mulher Maravilha é ficção, Karina,  f i c ç ã o !

Que eu mantenha meu cuidado com a minha dieta, pois minha coluna não tem me permitido fazer exercícios físicos como eu gostaria e como meus 40 anos me pedem. Mas que eu ceda sem culpas ao prazer de degustar um chocolate meio amargo da Lindt. Só de vez em quando.

Que eu vá mais ao cinema. Muito mais.

Que eu dance pra mim mesma. Que eu dance rodeada de outros. Que eu dance.

Que eu saia do trabalho e caminhe até a praia pra ver o pôr-do-sol. Difícil acreditar que eu ainda não fiz isso.

Que francamente rir e celebrar a chegada do primeiro pentelho branco é sinal de amor puro ao meu corpo físico. O marido mais lindo do mundo riu e celebrou comigo.

Que eu saia mais arrumada de casa. Que eu entenda de uma vez por todas o imbatível poder do rímel, de uma sombra discreta, do blush e de um pó iluminador na minha vida diária. Vaidade faz bem pra saúde.

Que eu continue celebrando a minha vida todos os dias.

Que eu enxergue pra sempre a beleza da alma do marido mais lindo do mundo. E seja grata, todo santo dia, por caminharmos lado a lado.

Que essa lista seja flexível, dócil e viva.

Que eu termine esse post agora, vá tomar uma ducha bem demorada, passe uma maquiagem leve, coloque uma roupa confortável e bonita, e vá desbravar Melbourne. Que eu vá viver a minha vida. Agora. Afinal, ninguém pode fazer isso por mim. Nem a pessoa que mais me ama nessa vida.

Obrigada, Diego. Você é meu farol de luz.


12 Comments

  1. enio

    xuxu…como diz lulu santos…”vamos viver tudo que há pra viver,vamos nos permitir”que deus te de muita saude,te guarde e te proteja sempre…fica com deus,enio,xuxu,vamos continuar caminhando no amor e na luz…

    Reply

    • Karina

      ei meu irmão amado! sim, vamos nos permitir, é lindo isso né. e apenas nós mesmos podemos nos dar permissão pra viver a vida com alegria e leveza <3 te amo! saudades

      Reply

  2. Guará

    Ei Karina!!! Quantas mudanças, hein? Fico muito feliz por você… Realmente é muito bom conviver com crianças, ainda mais nesta idade. Aqui em casa passo pela mesma experiência. A Bruna de 1 ano e 7 meses, está começando a falar e na fase de fazer gracinhas! Uma gostosura! E a Clara, de 4 anos e 4 meses, cada dia me aparece com uma estória mais divertida que a outra..Sem contar que é gostoso demais ver o relacionamento das duas irmãs, o amor entre elas, as personalidades diferentes…depois vou te mandar um vídeo que Sara gravou das duas na casa dela para você ver! Um beijão, e que o Universo continue a conspirar coisas boas para vocês!

    Reply

    • Karina

      ei guará querida, amei o video das suas pequenas, que fofas! passe sempre por aqui e me conte sobre suas experiências com elas, eu aidna tenho tanto a aprender 😉 beijos com amor e saudades. fala com a sara pra aparecer aqui tb!

      Reply

  3. Jeanini

    Ultimamente ando em um amor louco, não sei se são os florais, os arcanjos, a minha vontade louca de cuidar de mim ou a soma de tudo isto mais um pouco…
    …Outro dia saí da academia ouvindo Ultraje a Rigor e parecia que a música tinha sido feita para mim ou por mim rsrs
    Pensei em postar, mas fiquei adiando…e hoje ao ler as sábias palavras de minha amiga Karina Barbosa em seu lindo blog: http://up2u.blog.br/2013/05/25/a-saude-da-minha-alma-determina/,
    achei o momento oportuno para fazer este post.
    Lá vai:
    Melô da Alto Estima :DDD

    ” Há quanto tempo eu vinha me procurando
    Quanto tempo faz, já nem lembro mais
    Sempre correndo atrás de mim feito um louco
    Tentando sair desse meu sufoco
    Eu era tudo que eu podia querer
    Era tão simples e eu custei pra aprender
    Daqui pra frente nova vida eu terei
    Sempre a meu lado bem feliz eu serei

    Refrão
    Eu me amo, eu me amo
    Não posso mais viver sem mim

    Como foi bom eu ter aparecido
    Nessa minha vida já um tanto sofrida
    Já não sabia mais o que fazer
    Pra eu gostar de mim, me aceitar assim
    Eu que queria tanto ter alguém
    Agora eu sei sem mim eu não sou ninguém
    Longe de mim nada mais faz sentido
    Pra toda vida eu quero estar comigo

    Refrão

    Foi tão difícil pra eu me encontrar
    É muito fácil um grande amor acabar, mas
    Eu vou lutar por esse amor até o fim
    Não vou mais deixar eu fugir de mim
    Agora eu tenho uma razão pra viver
    Agora eu posso até gostar de você
    Completamente eu vou poder me entregar
    É bem melhor você sabendo se amar ”

    Beijo enorme amiga linda, continue sempre assim!!! <3

    Reply

    • Karina

      querida liiiiinda, o que posso dizer?! amei ser presenteada com ultraje a rigor no meu blog – ótimas recordações através de uma letra que realmente diz TUDO!!!! somente nos amando podemos então amar o outro, a vida, nossa profissão, cada passo do nosso caminhar. vc é minha bruxinha predileta, desde sempre e pra sempre. volte sempre pra nos presentear com pérolas de amor e sabedoria. te amo tanto!!!!!!!!!!!!

      Reply

  4. Jeanini

    *** Ops: auto-estima 🙂

    Reply

    • Karina

      amei o sábio “ato falho”: alta auto-estima <3

      Reply

  5. Bárbara Ávila

    Que post lindo! Adorei o final!
    “Que essa lista seja flexível, dócil e viva!” 🙂

    Reply

    • Karina

      né 😉 beijos com amor

      Reply

  6. veruska

    Amiga linda e querida! lindas e tocantes palavras. E sim, de mãos dadas com o feminino da alma…cantar, dançar, se embelezar, ser flexível, amorosa e apaixona (e grata) por todas as possibilidade que a vida nos dar. Saudades de vc demais! Te amo viu! Abraço apertadissimo de mãos dadas para passear pela vida

    Reply

    • Karina

      queridaaaa, lindas palavras, obrigada! amo ler comentários inspiradores assim 😉 tb te amo! beijos e beijos

      Reply

Leave a Comment

Your email address will never be published or shared and required fields are marked with an asterisk (*).