34 primaveras

Feliz aniversário, amor maior da minha vida! Você é a melhor coisa que já me aconteceu. Desejo que todos os seus sonhos se realizem, pra que a sua linda luz brilhe cada vez mais forte. É uma verdadeira benção ter você caminhando ao meu lado aqui nessa Terra. Que todos os dias caminhemos sem medo, altivos, com os corações pulsando em êxtase.
Te amo, te amo, te amo!

niver diego
Comemoramos o aniversário dele no Penny Black, um pub bem descolado situado no bairro de Brusnwick. Ele tocou com a banda Yarra Banks, com a qual já vem tocando há alguns meses. O bolo que vocês viram no vídeo foi surpresa, ele não suspeitou de nada. Amo fazer surpresas pro meu negão!

 

DSC_0132
Desde que chegamos do Brasil, ele começou a brincar de praticar equilíbrio na slackline. Eu também tentei e não é fácil não, mas quero continuar tentando. Ele já está infinitamente melhor que eu.

 

DSC_0130
Feliz aniversário, marido mais lindo do mundo inteiro!!!! Love you!

Mais um novo ciclo de vida!

Há 42 anos eu cá estou. Mas só a partir dos 33 é que encontrei minha essência, minha luz interior, essa que venho aprendendo a alimentar diariamente. Logo, estou completando 9 anos de vida nova, de vida vivida com alma resplandecente. E pra resplandecer me basta o sol, a lua, o mar, o belo canto de um pássaro, aconchegar-me no corpo quente do marido mais lindo do mundo, meditar, cantar, dançar, conversar com gente interessante, assistir a um bom filme, ouvir boa música, exercitar meu corpo físico, fazer arte, brincar com uma criança, pisar na grama molhada de orvalho… e por aí vai, é uma lista infinda de prazeres simples.
9 anos, um ciclo que se fecha, outro que se inicia. E quando olho pra trás e analiso minha trajetória dos 33 até hoje, consigo mesmo ver uma evolução, um desenrolar de aprendizados, um desabrochar de amores próprios. Reconheço a coragem em caminhar guiada pelo meu coração. Vejo os medos profundos transmutando-se em multicoloridos fogos de artifício d’alma. Vejo a leveza da alma alegre ancorando com firmeza meu ser terreno. Sinto a chegada de novas bençãos. E agradeço todos os dias o presente que é viver, ao invés de apenas sobreviver. E não me preocupo. Vivo. Amo. E rio, sempre e muito.

Feliz novo ciclo de vida resplandecente pra mim!!!

This slideshow requires JavaScript.


Um dia em Bright

Foi só uma noite e um dia, e pra comemorar o aniversário do Thiago, mas foi delicioso. O amor dos amigos preenche a alma, o coração e a mente. Map-2É presente valioso, assim como foram os ares (friiiios) e a paisagem da linda Bright, e também aprender a cantar o “Canto de um povo de um lugar” do Caetano Veloso, canção que me foi ensinada pela Marina e pela Rosianne. Cantamos, cantamos e cantamos, vez após vez, como num doce mantra que coroou o amor que pairava ali, doce e inabalável.

This slideshow requires JavaScript.

A letra está logo abaixo, aumente o volume e cante conosco e com Caê!

Canto de Um Povo de Um Lugar
(Caetano Veloso)

Todo dia o sol levanta
E a gente canta
Ao sol de todo dia

Fim da tarde a terra cora
E a gente chora
Porque finda a tarde

Quando a noite a lua mansa
E a gente dança
Venerando a noite

Madrugada, céu de estrelas
E a gente dorme
sonhando com elas

 

 


Cachecol de tricô de braço

Quem lançou a idéia foi o querido amigo Thiago: ele tricotou um cachecol de presente pra Lily, mulher dele. Depois a minha queridíssima amiga Aline fez um pra ela e me inspirou a fazer um pra mim.

Linda ela e lindo o cachecol!
Linda ela e lindo o cachecol!
Sou apaixonada por ela. É um anjo espalhando luz pela Terra, mais um dos lindos presentes que a Austrália me trouxe.
Sou apaixonada por ela. É um anjo espalhando luz pela Terra, mais um dos lindos presentes que a Austrália me trouxe.

É muito simples fazer o cachecol de tricô de braço, mesmo que você nunca tenha tricotado com agulhas. Você vai levar cerca de 30 minutos pra finalizar o cachecol, e fica muito lindo!

Eu fiz o meu com uma linha mais pesada que o da Aline, e portanto ele ficou mais pesado que o dela. Portanto pense nisso na hora de comprar a linha.
Eu fiz o meu com uma linha mais pesada e armada que o da Aline, e portanto ele ficou mais pesado e grosso que o dela. Portanto, pense nisso na hora de comprar a linha. E pense também que você pode escolher uma linha de lã pra usar no inverno e uma linha de algodão pra usar nos meses de temperatura mais amena. A qualidade dessa foto não está boa, mas tenho essa rosa vermelha de tecido que eu amo e resolvi enfeitar meu cachecol com ela.
Eu fiz o meu com 12 pontos, e escolhi essa linha de algodão que tem várias nuances de vermelho e marrom.
Eu fiz o meu com 12 pontos, e escolhi essa linha de algodão que tem várias nuances de vermelho. Ficou lindo!

Eu busquei dois vídeos no Youtube, um em português e outro em inglês, e foi a partir dos vídeos que fiz o meu, não tem mistério. Há mais opções de vídeos em inglês, e poucos em português; eu tentei achar um vídeo mais explicativo na nossa língua mãe mas não consegui.

No primeiro vídeo, o cachecol é feito com 4 linhas diferentes que são tricotadas juntas; no segundo vídeo, apenas uma linha é usada, assim como no que eu fiz. Fica a seu critério, dependendo da grossura da linha que você vai usar e do resultado final desejado. Nenhum dos dois vídeos ensina como costurar as duas pontas do cachecol, caso você queira emendá-lo, que foi o que eu fiz. Mas é super simples: depois que você arrematar o cachecol, deixe um pedaço comprido da linha e use-a pra “costurar” uma ponta na outra, simplesmente passando as linhas nos buracos de uma ponta e da outra sucessivamente, como se você estivesse usando linha e agulha.

Mãos à obra, gente linda! Fica bem mais barato do que comprar pronto e é super especial presentear alguém com um presente feito por você!


Page 3 of 38